LOGO-2018

O departamento infantil das ADJM tem por objetivo alcançar crianças não salvas e visa o crescimento espiritual das que já entregaram suas vidas ao Criador.

A diretoria é composta de Coordenação geral; vice-coordenação; 1° e 2° secretários; 1° e 2° tesoureiros.

A diretoria poderá chamar pessoas para ajudarem no trabalho, as quais são chamadas de Auxiliares e que estarão sendo treinadas para assumirem funções de liderança no departamento.

O Regente do conjunto infantil é o responsável pela área musical do departamento.

Desde 2005, o Departamento infantil da Sede Geral das ADJM, trabalha no projeto “união” visando o seu envolvimento com as congregações.
Seu principal alvo é o de envolver o departamento infantil da matriz e os das filiais na região metropolitana da capital paulista, estendendo posteriormente para outras localidades onde as ADJM tenham frentes missionárias.

Depois de aprovado pelo pastor presidente, o projeto foi divulgado pela coordenadora geral junto às filiais e nas A. G. Ministeriais, levando a um maior entrosamento entre os líderes infantis das congregações e da matriz.

Nesse projeto também há o apoio da diretoria geral do departamento ao trabalho realizado nas filiais, quando as mesmas necessitam.

CONHEÇA MAIS SOBRE O DEPARTAMENTO

Esse modelo de trabalho teve início no ano de 2.003, desse tempo para os dias atuais foi possível melhorar e equilibrar nossa manutenção de trabalho. Eis como tudo é feito:

Culto Infantil

O Culto Infantil na igreja matriz é realizado bimestralmente, no horário das 13h40min às 17h00m e nas filiais nos dias e horários pré-definidos na agenda geral do departamento.

Para que a sua realização obtenha sucesso é necessário ter criatividade e simpatia para convidar a comunidade e os membros da igreja.
Sendo assim, fazemos nossa divulgação através de convites, que variam entre cartões comprados em lojas, artesanais e feitos via computador, e o famoso Convite “Boca-a-Boca”. Um domingo antes da concretização do evento é distribuído o convite para a igreja matriz, a coordenadora geral faz o anúncio de conscientização aos pais, enquanto os liderados os distribuem.

Durante a semana que antecede o culto, a coordenação geral telefona para os líderes infantis da matriz, marcando um horário para limpar e enfeitar a igreja, confirmando e incentivando a sua participação.

A coordenação divide as tarefas de cada um e prepara a programação do culto. No dia da realização do culto, a equipe é divida em dois grupos. Um deles fica no templo limpando e enfeitando, enquanto o outro sai para fazer a divulgação do culto.

No período do horário de almoço é servido um lanche, para os membros da equipe. Após o almoço, todos começam a se preparar para a iniciação do programa.

A Programação do Culto Infantil.

Oração; Cânticos; Oportunidades para as congregações se apresentarem; Fantoches; Brincadeiras; Um cântico para acalmar as crianças; Versículo bíblico; Novamente oportunidades para as congregações; História ou teatro bíblico; Convite; momento missionário; Distribuição do lanche.

Ao término de cada culto, nenhum membro da equipe vai embora enquanto tudo não for limpo.

Os preparativos para a Escola Bíblica de Férias têm início no mês de fevereiro. Primeiro é feito a grade pedagógica: o tema e as histórias; a separação dos professores; as turmas e o que acontecerá durante os dois dias de aula.

Definidos a grade pedagógica e o programa, logo é enviado ao pastor presidente que aprova ou propõe modificações. Após isso, a coordenadora e sua equipe se reúnem e dividem as faixas-etárias que farão as atividades:
de 3 a 6 anos;
de 7 a 8 anos;
9 a 10 anos;
11 a 16 anos.

Passados dois meses é feita uma reunião com todos os professores do evento. Cada sala tem três professores.

Cada professor fica responsável em manter todos os gastos da sua sala, em caso dos professores não terem condições, a diretoria supre essa sala. A diretoria fica responsável pelos gastos gerais como, lanche, brinquedos, cânticos novos, troféus, medalhas entre outros.

O procedimento de divulgação e formas de convites são os mesmos, o que muda é que, ao invés de sair no dia para distribuí-los para a comunidade, ela é convidada um dia antes do programa, sendo colocada uma faixa na frente da igreja comunicando a todos.

Com relação aos enfeites da igreja, cada professor enfeita sua sala, a coordenação geral enfeita o púlpito e a igreja em si.

Dois meses antes da Escola Bíblica de Férias é enviada uma carta para todos os obreiros (os que trabalham e os que não trabalham com crianças) com o pedido de oração pelo evento.

Na Assembleia Geral Ministerial é entregue uma carta para os pastores de congregação, convidando os conjuntos infantis de suas respectivas igrejas para participarem do culto específico de EBF na igreja matriz.

Oração; Leitura do tema; Apresentação dos professores e das equipes; Cântico tema do período bíblico; História bíblica; Convite de aceitação a Cristo; Perguntas sobre a história; Separação das salas; Retorno à igreja; Cântico do período missionário; Oração referente a alguma necessidade ou algum missionário; Lição missionária; Perguntas sobre ela; momento missionário e Lanche.

É dever do departamento infantil nesses eventos contar histórias missionárias do nosso campo de trabalho, através de contato com os nossos missionários. No último dia ninguém da equipe vai embora enquanto tudo não estiver organizado como antes.

Durante o mês de outubro não se realiza culto infantil na igreja matriz. A partir de 2006 foi implantada a estratégia: “Conheça melhor os seus alunos e seja amigo deles”. Para que isso ocorra, as congregações são aconselhadas a estarem fazendo um passeio com a sua turma, proporcionando um dia diferente e especial, repleto de brincadeiras, doces e tudo mais que uma criança gosta. É o que se faz na igreja matriz, recomendando-se a sua aplicação nas sedes regionais e filiais.

Nesses passeios são tiradas fotos, servido lanches e doces, feitos sorteios e gincanas. Por fim, as crianças brincam no parque ali existente. Durante este dia o contato com os alunos é maior, nos divertimos e nos conhecemos melhor. Não adianta investir e trabalhar com os pequenos, se não os conhecermos bem!

A cada ano o passeio é realizado em lugares diferentes, com o mesmo objetivo

O conjunto de louvor infantil da igreja é composto de número ilimitado de participantes. Os ensaios acontecem todas as semanas nos dias e horários previamente definidos na agenda semanal da igreja matriz, das sedes regionais e das filiais, com a supervisão da coordenação geral e líderes na filial, no dia definido na agenda geral do departamento.

Todos os domingos a regente passa o hino que será ensaiado na próxima semana para a coordenação, esta digita a letra do louvor (se este for aprovado pela coordenadora), e leva para as crianças ensaiarem.

Quando é época de datas especiais a coordenadora e a regente se reúnem e elaboram uma programação para ser apresentada, podendo haver prêmios para os participantes. Os CDs são comprados pela regente e algumas vezes pela coordenadora e a estas pertencem.

Todo primeiro domingo do mês na Escola Bíblica Semanal e no segundo domingo de cada mês no período noturno, o momento missionário é de responsabilidade do Departamento Infantil.

A metade de toda verba arrecadada no departamento é destinada às atividades do departamento (EBF, culto infantil, reposição de mercadoria para vendas, passeios, aquisição de novos materiais, lanches e gasolina para locomoção (quando for necessário ir às igrejas para divulgação de projetos). A outra metade é destinada à tesouraria geral da igreja, conforme determinação ministerial.

Os auxiliares trabalham em todos os cultos e passeios como monitores, nas Escolas Bíblicas de Férias como professores, e participam do rodízio na divulgação dos projetos.

Ano após ano, a coordenadora (dentro da direção de Deus), formula projetos com objetivo de estar sempre melhorando o trabalho e envolvendo as igrejas, sedes regionais e filiais na realização dos mesmos.

Após a sua aprovação é feita uma reunião com a equipe infantil da igreja Matriz ou na sede regional ou de setor.

Logo, para que as filiais estejam a par, é estabelecido um determinado tempo para sua divulgação. Essa divulgação ocorre todos os domingos até que todas as congregações estejam cientes. É feito um rodízio entre a equipe da Matriz e das sedes regionais para acompanhar a coordenação na ida a filial.
Esse rodízio de acompanhantes é feito com a intenção de não permitir que a equipe perca os cultos dominicais.

Periodicamente a coordenadora entra em contato com o líder infantil da igreja já visitada e se informa sobre o andamento do projeto. Quando ocorre algum problema, a coordenadora volta a essa filial para resolvê-lo.

O Departamento Infantil luta para se aperfeiçoar cada vez mais através de novos c criativos projetos, trocando informações com outros missionários infantis, formulando novos métodos para garantir o crescimento financeiro e principalmente orando e jejuando constantemente.

Atualmente estamos orando para termos condições de oferecer treinamento para a equipe geral e para as das sedes regionais e das filiais.