LOGO-2018

O Departamento de Som e mídia

É dever desse departamento:

– Chegar e orar antes de começar qualquer reunião ou atividade na igreja, ligar e regular a aparelhagem e dispor os microfones.

– Limpar, manter e cuidar dos microfones, fios, cabos, mesas de som, computadores, decks, e outros aparelhos relacionados ao departamento.

– Manter o volume do som compatível com o auditório, respeitando as normas legais e de boa convivência com a vizinhança.

– O coordenador do departamento deve fazer escala dos sonoplastas que atuarão durante o mês.

– E proibido quem não é da equipe ficar, estar e permanecer no recinto da mesa de som de onde é desenvolvido o trabalho do departamento.

– É proibido colocar jogos, músicas não evangélicas, mídias e outros arquivos estranhos a atividade do departamento, sob pena de responsabilidade do coordenador.

– Só é permitido o arquivamento de material referente aos diferentes departamentos a exemplo de hinos, declamações, narrações, textos, etc.

– O nome dos componentes da equipe de sonoplastas deve ser entregue à secretaria geral, os quais devem assinar que estão cientes das normas cogentes do departamento e da instituição.

– O responsável deve manter contato frequente com os coordenadores de departamentos e de culto para prévia organização das apresentações.

– Sendo necessária a aquisição de aparelhos e suprimentos, o coordenador do departamento deve comunicar com antecedência o tesoureiro ou a direção da igreja para disponibilizar, quando for o caso, o numerário para a aquisição do produto a ser utilizado na aparelhagem e não em outro departamento ou instrumentos.

– Em havendo, as senhas dos operadores de som devem ser fornecidas à secretaria geral e à direção da igreja ou ao pastor assistente, para serem usadas em alguma eventualidade.

– A equipe de sonoplastas deve ter conhecimento prévio e total da agenda da igreja, para dar um perfeito atendimento a todas as atividades que exijam o uso dos aparelhos de som (microfone, playback, etc.), tais como ensaios gerais e de departamentos, cultos, etc.

– As mensagens e preleções pastorais, incluídas as dos cursos, simpósios e seminários, devem ser gravadas e editadas, colocando-se as mesmas à disposição da membresia para sua edificação.