LOGO-2018

O coordenador desse departamento deve manter contato e trabalhar em harmonia com os outros coordenadores, incentivando o trabalho conjunto entre os departamentos.

Em Missões se deve aproveitar ao máximo a força dos departamentos e das filiais no sentido de arrecadar fundos com cultos na matriz, nas sedes regionais e nas filiais, inclusive com momentos missionários e com o levantamento de mantenedores.

É dever da equipe do departamento de missões angariar fundos através de captação de mantenedores e colaboradores com contribuições mensais assumidas espontaneamente por eles a partir de um determinado valor.

O departamento de missões deve levantar fundos para o crescimento das ADJM e suas filiais, na ajuda aos missionários e na aquisição de móveis, imóveis e ainda para as construções, através de talentos, momentos missionários e outras formas não defesas em lei e biblicamente.
Os cultos das quartas-feiras são de ensino e de treinamento missionário, preferencialmente sob a responsabilidade deste departamento.

O culto missionário acontecerá na igreja matriz todo 5° domingo do mês e nas filiais e sedes regionais nas datas constantes da agenda geral das ADJM.

Os cultos de missões nas filiais e na igreja matriz devem ser dinamizados com intensa conscientização através de histórias e informações dos campos missionários das ADJM, além da promoção de momentos missionários com o sorteio de bons prêmios.

Tais cultos devem ter a participação das congregações do setor.

A equipe de missões deverá conhecer as condições dos obreiros dirigentes na execução da obra para promover melhorias através de campanhas educativas e de conscientização.

O departamento de missões deve dar prosseguimento ao fundo missionário chamado de Plano de Apoio Missionário (PAM) através de campanhas e contribuições mensais das filiais e dos membros.

Quando possível e necessário esse departamento se esforçará para motorizar os obreiros missionários. Quando ocorrer a motorização, o veículo será registrado em nome da Instituição. As multas e a manutenção do veículo correrão por conta daquele obreiro. Somente o IPVA e o licenciamento ficarão por conta da igreja sob sua liderança. Se o obreiro for transferido o veículo ficará naquela filial. A sua venda só ocorrerá com autorização expressa da Sede Geral das ADJM.

A evangelização envolve a distribuição de folhetos e convites à vizinhança das respectivas congregações, sedes regionais e matriz, acompanhadas de cultos ao ar livre, devendo ficar naquela congregação um grupo de irmãos para o culto à noite. Após a evangelização, a igreja beneficiada deverá oferecer um lanche aos participantes.

Esse trabalho de evangelismo será feito em sistema de rodízio dentro do setor. Quando a evangelização ocorrer na igreja matriz ou sede regional todas as equipes das filiais devem participar.

O departamento de missões em conjunto com as filais devem promover o natal dos missionários na região metropolitana, no interior do estado e fora dele e onde se estender o nosso trabalho.

O departamento de missões deve fomentar a consciência missionária em todos os membros, principalmente os obreiros.

Promover, incentivando os nossos missionários a se prepararem para estarem presentes nos workshops e simpósios missionários e nos encontros regionais e nacionais.
As despesas das viagens missionárias do pastor presidente serão suportadas pelo departamento de missões.

Os valores monetários arrecadados pertencentes ao departamento serão imediatamente repassados à tesouraria geral das ADJM e, por solicitação do responsável do departamento de missões, poderá ser revertido em material de apoio (bíblias, folhetos, harpas e etc.) e na execução de seus projetos.

Preparações para o evangelismo na igreja (em domicílio, nas ruas, por telefone, internet e em grandes concentrações).

Existe uma fórmula que parece simples para uma igreja crescer:

1. Orar, jejuar, ler e meditar na palavra de Deus;
2. Evangelizar e;
3. Discipular para manter os frutos.

Se estivermos dispostos a pagar o preço, veremos, no tempo de Deus, a igreja crescer. Não se iluda. Não é fácil praticar os exercícios acima. Uma coisa é certa, quanto mais os praticarmos, mais poderemos fazer. Quanto mais eu leio a bíblia, mais eu quero ler. Quanto mais eu oro, mais eu desejo orar. Quanto mais eu jejuo, mais fácil fica jejuar. Assim ficará mais fácil evangelizar.

Nesse tipo de evangelização já existe um contato anterior entre os integrantes do lar e os da igreja. Ali é recomendada a utilização das doutrinas elementares e outros compromissos dos membros das ADJM – A Igreja Plus, contidas no Manual Administrativo – Volume 1, ítem 5, e, num segundo momento, devem ser usados os estudos contidos nas revistas bíblicas escolhidas para este fim, além dos outros volumes dos manuais administrativos. O encontro deve ser agendado com antecedência.

Ao chegar ao domicílio a equipe deve proceder com discrição ao bater palmas, tocar a campainha ou interfonar, conforme já orientado anteriormente. Se o encontro ocorrer num condomínio, as pessoas indicadas pela igreja devem dirigir-se respeitosamente ao controlador de acesso, identificar-se e aguardar calmamente a comunicação com os moradores e a consequente liberação de entrada.

Os líderes da igreja devem fazer amizade com o responsável pela portaria daquele local, tendo cuidado para não atrapalhá-lo em suas ocupações.

Durante o estudo tome cuidado para não atrapalhar os vizinhos com barulho. A duração dos encontros deve ser de no máximo uma hora. É melhor deixar o povo com vontade da mensagem do que enfastiado dela. Se o estudo ocorrer num dia de semana, lembre-se de que no dia seguinte é dia útil, vale dizer: Não termine tarde o estudo.

Cultos ao ar livre.

Para o desenvolvimento deste tipo de atividade, o candidato deve saber que ela é extremamente complexa. Assim como você pode encontrar ouvintes amigos, existem também probabilidades de serem encontradas pessoas hostis.

Quando isto acontece, há uma série de circunstâncias que ocorrem. A pior delas é a perda da paciência com o impertinente, o que é um erro, visto que isto acaba atrapalhando todo o trabalho, além de afastar todos os outros que estão ali ouvindo a Palavra.

Diante disto, é sugerido que o obreiro vá consciente e preparado em oração e jejum para todo tipo de situações e lá no local aonde será desenvolvido o trabalho, continue em constante oração.

Assim, por este motivo não é recomendável que quem está no início de sua fé lidere esse tipo de trabalho. Ele deve acompanhar outras pessoas mais experientes. Se puder, leve aparelhagem de som e instrumentos para fazer o trabalho.
Comece distribuindo folhetos e convidando as pessoas próximas para comparecerem ao evento, faça a oração inicial e cante uns hinos, abra oportunidades para alguns irmãos usarem da palavra. Faça isso com aqueles que tenham habilidades para falar.

Depois de entregar a mensagem, faça o convite de salvação e tanto quanto possível, ore pelos enfermos. Forneça aos ouvintes o endereço da sua igreja mais próxima do local onde está sendo feito o culto. Preste atendimento àqueles que aceitaram a Jesus como Senhor e Salvador e solicite seus endereços para uma visita posterior, caso queiram fornecê-los. Procure se informar sobre qual é o melhor horário para visitá-los e lhes entregue um folheto ou um exemplar de um evangelho com o endereço da igreja aonde ele deve ir. Evite perder o contato com o novo convertido. Se dedique até que ele esteja firme na fé.

Os folhetos devem ser de boa qualidade de impressão com uma mensagem clara e direta àqueles que queremos atingir. Devem estar carimbados com o endereço da igreja matriz, sede regional ou filial. Tais folhetos podem ser entregues pessoalmente aos que passam e de casa em casa. Ore e jejue antes desse serviço evangelístico. O dia para esse trabalho depende de cada distribuidor. Este deve estar munido de papel e caneta para anotar os endereços dos interessados e dos pedidos de oração.
Demonstre tranquilidade ao entregá-los e esteja preparado para entabular conversa com aqueles que receberem o folheto e demonstrarem interesse em conversar sobre o assunto. Procure não entrar em debate, polêmica ou contenda sobre assuntos complexos que só fazem fumaça, mas não produzem fogo, ou seja, edificação. Se ofereça para levar, com mais alguém, um estudo bíblico no lar daquela pessoa que se interessou em falar sobre o evangelho. Mantenha sempre um sorriso no rosto quando estiver fazendo esse serviço.

Hoje em dia a tecnologia tem ajudado muito na eficiência e agilidade da obra de Deus. Fazemos muitas coisas em pouco tempo, graças aos instrumentos tecnológicos que temos a nossa disposição. São eles: a internet, o email, o torpedo, SMS, MMS, o Messenger, o telefone (fixo ou móvel), a videoconferência, blog, dentre outros.

A ADJM são criativas e inovadoras. Foi a primeira AD a ter uma página na internet. Enquanto as páginas que estão no ar ficam por muito tempo sem serem atualizadas, com materiais inexpressivos, nos utilizamos de um expoente rápido e de cunho evangelístico, com atualizações diárias, semanais e mensais, com versículos, texto bíblicos e profissionais, dentre outros à disposição de todos. Hoje também temos um blog. Curioso é mencionar que, como é de costume, aquilo que é bom se copia, novamente fomos copiados e hoje, os blogs viraram uma mania entre os evangélicos, pastores e igrejas.

Mais uma vez saindo na frente, as ADJM passaram a fazer a captação de diversos endereços de e-mails, de pessoas cristãs e não-cristãs que, após o primeiro e-mail disseram querer continuar a receber as mensagens. Os que solicitaram tiveram seus e-mails desativados.

O objetivo dessa iniciativa foi visitar as pessoas! Sim visitá-las! Nascia naquele instante, o PROJETO VISITA ON-LINE.

Devido às ocupações que muitos têm, sem a possibilidade de estarem recebendo os obreiros em seus lares, passamos a enviar e-mails com mensagens bíblicas e pensamentos aos que se inscreviam. Semanalmente diversos e-mails são enviados com a ideia de fortalecimento espiritual!

Com isto começamos a receber também mensagens do mundo inteiro nos agradecendo e pedindo para utilizarem a ideia em virtude do impacto que havia causado.

Como somos referência, não nos opusemos e autorizamos o uso da ideia e hoje, somos espelho e temos notícia de milhares de pessoas que se converteram e outras que se reconciliaram através deste projeto.
Destacamos que este trabalho foi desenvolvido por voluntários, que doaram seus serviços em prol da obra de Deus.

Continuando, preocupados em ir além, pois para nós não existem barreiras e oposições, mas desafios que são superados a cada dia. Por causa disso lançamos o TORPEDO PLUS. Pastores, membros, empresários, pessoas comuns e autoridades, passaram a receber mensagens com versículos bíblicos. Destacamos que estas mensagens foram enviadas sem pretensão econômica alguma, só a espiritual. São gratuitas.

E os resultados? A quem possa interessar, até hoje pastores nos retornam agradecendo emocionados, visto que naquele instante em que a mensagem chegou, eles haviam acabado de pedir uma resposta ao Senhor sobre um problema e como agir e ali o versículo atendia as necessidades momentâneas. Bem que gostaríamos de colocar todos os testemunhos aqui, porém seriam necessárias muitas páginas e fugiria do objetivo desse manual.

Hoje existem muitas igrejas que cobram por este serviço, argumentando que é uma forma de se aproximarem de seus membros, porém, nós sim nos aproximamos de forma graciosa.

Os que se inscreveram para receber mensagens do TORPEDO PLUS, receberam e recebem mensagens gratuitas. Não criticamos os que cobram, apenas dizemos que “aquilo que recebemos de graça, assim também entregamos”, ou seja, a virtude de ajudar ao próximo.

Nossa rede de ensino cristão, já se espalha pelo Brasil, formando cristãos nos poderes, executivos, legislativos e judiciários.

Antes de começar a fazer os preparativos e a divulgação para esse grande evento, é essencial que a equipe responsável entre em contato com as autoridades locais da prefeitura, polícia militar, civil, guarda civil e de trânsito e a quem mais for preciso para verificar a possibilidade de data, local e horário e as diversas exigências feitas por aqueles órgãos. Tais exigências visam a segurança, a tranquilidade e o bem estar de todos os participantes.

É de se saber que esse tipo de evangelismo tem um custo elevado para o suporte e apoio exigido pelas autoridades competentes.

Depois de analisado a conveniência, os custos e as disponibilidades de datas e horários e atendidas as exigências feitas por aqueles órgãos, requisita-se o que de direito e ainda o apoio necessário tanto para a passeata, se houver, como para a concentração propriamente dita. Cumpra o combinado.

Os organizadores podem ver se a prefeitura e outros órgãos públicos podem fazer empréstimo de som, palco, banheiros químicos, médicos e enfermeiros para os primeiros socorros, veículos para remoção, seguranças, lanches para os trabalhadores e outras coisas necessárias, inclusive para a divulgação.

Devem também fazer contrato de apresentação e uso da imagem e voz dos cantores e verificar as taxas que devem ser pagas, etc.

Depois de definido o local e a data com as autoridades competentes, a comissão organizadora começa a desenvolver todos os aprestos, conforme orientação contida neste manual.

Procure após o evento deixar o local em ordem e oriente aos participantes para não jogarem lixo fora dos locais apropriados para tal fim, demonstrando que tipo de povo nós somos.

Esses e outros assuntos devem ser alvo de preparação por parte da comissão organizadora e de suas subcomissões.

Antes do evento envie correspondências convidando as autoridades responsáveis pelos poderes no município para participarem e, se comparecerem, devem ser tratadas com a dignidade que a posição merece e conceda-lhes a palavra.

Depois do evento, envie cartas de agradecimentos àquelas autoridades.

Esse plano de trabalho é uma seção do departamento de Missões, sendo administrado pela diretoria de missões podendo envolver outras pessoas no seu trabalho e seu objetivo é fomentar a responsabilidade financeira e o envolvimento dos membros nos projetos missionários das ADJM. As ofertas dos cultos de oração às sextas-feiras pertencem ao PAM e devem ser complementados com outras contribuições até atingir o valor estabelecido para a filial.

Os salões a serem alugados devem ser, tanto quanto possível, grandes e preferencialmente nas ruas e avenidas principais.

Abertura dos trabalhos:

O início dos trabalhos deve ser nas residências, conscientizando os participantes que é dever dos mesmos a contribuição para, após um crescimento estruturado, alugar-se um salão, comprar um imóvel para a construção do templo ou algo já construído, fazendo-se apenas as adequações necessárias.

O departamento de missões produzirá material (escrito e mídias) com o fim de treinar os membros na arte de evangelizar e fazer discípulos e para divulgar o trabalho e a história das ADJM – matriz, sedes regionais e filiais e os obreiros de cada localidade. Esse trabalho terá o apoio do departamento de educação cristã e de som e mídia.