“Orai sem cessar”. I Tessalonicenses 5.17

Se a oração nos concedesse apenas aquilo que Jesus nos prometeu, já seria um dos maiores presentes que Deus poderia nos oferecer.
Mas temos a certeza que a oração faz ainda mais.

Ela transforma o homem comum, fazendo dele uma pessoa extraordinária.

A oração nos transforma, aproximando-nos mais de Deus e nos tornando mais semelhantes a Ele.

Deus trabalha de uma maneira especial em nossa vida.
Quando nos faz seguir os seus desígnios e sua vontade para nossas vidas, nem sempre é fácil.
Mas é praticamente através desse processo que crescemos e mudamos, de modo a nos encaixarmos naquilo que Ele deseja para nós.

Somente quando aceitamos a Sua vontade em nossa vida é que Ele tem condições de nos ensinar.
Quando aprendemos e crescemos, nos tornamos aptos a sermos guiados em Seus planos e propósitos.

Quando Deus nos faz conhecer os Seus caminhos, Ele assume a direção do nosso coração.

Quando Deus nos ensina Ele toma a direção da nossa mente, quando nos guia Ele toma a nossa mão.
Então crescemos para ficarmos aptos a enfrentar os desafios pelos quais oramos.
Vamos nos esforçar para poder crescermos.
Vamos orar pela sua vida?
Pra Janete Pessoa

 

“Não haverá mais noite. Eles não precisarão de luz de candeia, nem da luz do sol, pois o Senhor Deus os iluminará; e eles reinarão para todo sempre”. Apocalipse 22.5

A cada passo da nossa caminhada Deus tem nos ensinado a confiar mais Nele.

Ele nos leva para além da nossa zona de conforto.
Conduz-nos a territórios novos, mesmo quando nossa tendência é ficar em lugares conhecidos.

Deus permite que enfrentemos grandes desafios físicos, mentais e emocionais, nos pede para fazer coisas das quais não somos capazes sem seu poder, mas em cada um desses momentos, Ele nos sustenta e nos guia.

Precisamos entregar ao Senhor cada dia da nossa existência e sermos agradecidos pelo fôlego de vida que Ele nos dá, independentemente das circunstâncias.

Mesmo que não consigamos enxergar o caminho, e a jornada nos deixa apreensivo, sigamos a direção do Senhor, pois, no mais íntimo de nosso espírito, sabemos que esses passos simples de fé estão nos preparando para a eternidade.

Deus quer que aprendemos a depender totalmente Dele, mas com certeza isso só será possível com a ajuda do Espírito Santo.
É Ele quem nos capacitará a abrir mão de nossa independência e nos deixarmos conduzir por Suas fortes mãos.
Vamos buscar em oração a sabedoria e o discernimento para permanecemos no caminho que Ele traçou.
Ao nos entregarmos ao Senhor a resposta virá muito antes do que nós possamos imaginar.
Que o Senhor nos ajude a segui-lo enquanto Ele ilumina nosso caminho.
Pra. Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

“Ele creu no Senhor, e isso lhe foi imputado por justiça”. Gênesis 15.6

Abraão em sua velhice, Deus lhe fez uma promessa: “…de ti farei uma grande nação, e te abençoarei…” (Gênesis 12.2).
Mas com o passar dos anos, Abraão questionou como seria possível o cumprimento dessa promessa sem ter o alicerce inicial, um filho.
Então o Senhor lhe assegurou que um filho gerado pelo próprio Abrão seria o seu herdeiro.
Apesar da idade avançada, Abraão creu em Deus e foi chamado de justo.
No entanto, ele esperou 25 anos desde o tempo da promessa até o nascimento de Isaque.
Esperar até que se cumpram as promessas de Deus faz parte de nossa confiança Nele.
Não importa o quanto demorem, precisamos esperar por Ele.
Como o autor da Carta de Hebreus nos lembra: “Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel”.
Deus é fiel em todo o tempo, precisamos provar da Sua fidelidade.
Deus sempre cumpre o que promete.
Pra. Janete Pessoa

 

“Assim, cada um de nós prestará conta de si mesmo a Deus”. Romanos 14.12

Porque algumas pessoas parecem não crescer no Senhor?
Por que não experimentam libertação para atuar na área para as quais receberam dons?
A resposta, se encontra na Palavra ENTREGA.
Se essas pessoas abrissem mão de tudo, renunciassem às próprias vontades e se dispussem de coração a fazer a vontade de Deus, sua vida seria melhor em todos os sentidos.
Temos Jesus o melhor exemplo de entrega: “embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo….
E foi obediente até a morte, a morte de cruz!
Por isso Deus, o exaltou à mais alta posição lhe deu o nome que está acima de todo nome” (Filipenses 2.6-9).
Busquemos de todo coração ser como nosso Salvador, a fim de experimentar o que de melhor Deus nos preparou.
Neste dia vamos nos curvar diante do Senhor, e declarar que Ele é o Senhor em todas as áreas de nossa vida hoje e sempre.
Que o Senhor possa controlar cada parte de nossa mente, alma, corpo e espírito.
Amemos ao Senhor de todo coração, de toda alma e de todo entendimento.
Vamos nos comprometer a confiar todo nosso ser ao nosso Senhor.
Pra. Janete Pessoa

“Servi ao Senhor com alegria; e apresentai-vos a ele com canto”. Salmo 100.2

Servir nem sempre é fácil, exige dedicação e algumas vezes renúncia.
É muito difícil encontrar pessoas que estejam dispostas a fazer um pouco mais do que aquilo pelo qual são pagas.
Uma das características fortes que aparecem em Neemias, que era copeiro de Ataxerxes rei da Pérsia, é sua disposição para servir a Deus.
Estamos vivendo numa época em que tudo deve ser pago, inclusive na igreja.
Só se trabalha quando há remuneração.
Por outros lados existem aqueles que preferem pagar alguém a fazer alguma coisa.
É raro vermos pessoas se reunindo para fazer algum serviço na igreja, a grande maioria quer ser remunerado.
Nos unirmos para fazer algo em benefício da obra do Senhor nos trás alegria.
Cada um de nós podemos servir a Deus com o nosso melhor.
Precisamos ver aonde podemos ajudar na obra do Senhor e nos oferecermos para servir.
Neemias poderia ter ficado no conforto do palácio realizando seu serviço diário.
Afinal, também ali ele estava servindo a Deus.
Mas ele se permitiu ser desafiado a pensar além da fronteira, do seu trabalho cotidiano.
Tinha muito mais a ser feito do que ele fazia no seu dia a dia.
A situação critíca dos muros, a oposição e a zombaria não foram motivos para ele deixar de trabalhar na reconstrução dos muros.
Nesta manhã queremos desafiá-lo como também o Salmo 100 faz no versículo em destaque.
Sirvamos ao Senhor com alegria e dedicação.
Não façamos apenas o trabalho que se espera de nós, estejamos dispostos a fazer um pouco mais.
Há muitos muros que precisam ser reconstruídos.
Servir a Deus é uma escolha a se fazer diariamente.
Pra. Janete Pessoa