CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

 

Série  Oração

 

Depois que aprendemos orar de todo coração, a oração passará a fazer parte de nossa vida.

Em I Tessalonicenses 5.17, Paulo instrui os crentes a orar sem cessar.

O que ele está querendo ensinar é que devemos nos manter em comunicação quase ininterrupta com o Senhor durante o dia, da mesma forma que respiramos.

 

A medida que nosso relacionamento com Deus se aprofunda,  esse processo se torna  mais fácil.

 

Os crentes cuja vida mais reflete a Deus são aqueles que fazem da oração uma parte integrante do seu viver.

 

Isso não acontece da noite para o dia, leva tempo a atitude certa e a disposição de dedicar nosso corpo e energia à oração.

 

Aristóteles afirmou: “Fazer amigo não requer muito tempo, mas a amizade é um fruto que amadurece vagarosamente”.

 

Nada é melhor do que termos um relacionamento com o Pai que nos ama perfeitamente e que deseja que cresçamos para atingirmos nosso potencial.

 

 

Não existe nada de maior valor do que a oração, é ela que torna possível nosso relacionamento com Deus.

Pra Janete Pessoaãora Janete Pessoaão passará a fazer parte de nossa vida.

Em I Tessalonicenses 5.17, Paulo instrui os crentes a orar sem cessar.
O que ele está querendo ensinar é que devemos nos manter em comunicação quase ininterrupta com o Senhor durante o dia, da mesma forma que respiramos.

A medida que nosso relacionamento com Deus se aprofunda, esse processo se torna mais fácil.

Os crentes cuja vida mais reflete a Deus são aqueles que fazem da oração uma parte integrante do seu viver.

Isso não acontece da noite para o dia, leva tempo a atitude certa e a disposição de dedicar nosso corpo e energia à oração.

Aristóteles afirmou: “Fazer amigo não requer muito tempo, mas a amizade é um fruto que amadurece vagarosamente”.

Nada é melhor do que termos um relacionamento com o Pai que nos ama perfeitamente e que deseja que cresçamos para atingirmos nosso potencial.

Não existe nada de maior valor do que a oração, é ela que torna possível nosso relacionamento com Deus.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Muitas pessoas foram um minutinho aqui e outro ali, prestando atenção em Deus apenas em breves instantes.

É bom orar no decorrer do dia, mas precisamos separar um tempo especial para nos concentramos em Deus e dedicarmos atenção completa para Ele.

Nossa oração precisa ser de todo o coração, entregando nosso coração por inteiro, e não apenas parte dele.

Deus não atende á oração do homem, cuja mente está dividida.

Muitas pessoas oram como garotos travessos que batem à porta de uma casa e a seguir fogem correndo.

A incapacidade de entregar o coração por inteiro ao Senhor é um obstáculo sério na formação de um relacionamento sólido com Ele.
Não teremos o reflexo de Deus em nossa vida, se não aquietarmos nossa mente.

Precisamos bater a porta e nos sentarmos na presença de Deus.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Bater- Quando Jesus nos orienta a bater, está nos ensinando a sermos persistentes.

Se Deus ainda não atendeu as nossas orações, Ele quer que continuemos orando até que a resposta venha ou até que Ele mude nosso pedido.

Vejamos o exemplo de Paulo que orou duas vezes para que Deus removesse o espinho na carne.
Somente quando Paulo orou pela terceira vez é que veio a resposta de Deus : “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza” (II Coríntios 12.9).

Foi então que Paulo entendeu que o espinho se encontrava ali pela vontade de Deus e a partir daquele momento mudou sua oração.
Ele alinhou sua vontade com a de Deus e aceitou em paz a vontade do Pai.

Para muitos a espera é agonizante.

Sabemos que não é para nos irritar ou nos provocar que Deus ordena que sejamos persistentes.
Ele age assim porque deseja que aprofundemos nosso relacionamento com Ele.
Ele deseja que esperemos Nele.

Ao oramos não vamos desistir, vamos ter uma atitude de expectativa e continuarmos pedindo, buscando e batendo.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

“Somos responsáveis pela nossa própria felicidade”

Nos últimos anos surgiram pesquisas que comprovam a relação entre a saúde e o perdão.

Não perdoar, ou seja, apegar-se á raiva, ao medo e ao sofrimento, tem um impacto muito grande sobre o nosso corpo, porque cria tensões que afetam os sistemas fisiológicos dos quais depende nossa saúde.

Afeta a circulação do sangue em nosso corpo, a eficiência de nosso sistema imunológico.
Sobrecarrega o coração, o cérebro e praticamente todos os órgãos do corpo.

O rancor é de fato um fator de risco à saúde.

Com frequência através do perdão, nos libertamos de nossos medos e aflições, e conseguimos seguir adiante, levando uma vida produtiva, criativa e feliz.

Quando mudamos nossa atitude mental, somos levados para um lugar de paz, independentemente dos desafios que a vida possa nos apresentar.

Podemos escolher paz de espírito como nosso único propósito.
Pra Janete Pessoa


 

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

“…o vosso Pai, sabe o que tendes necessidade, antes que lho peçais”. Mateus 6.8

No nosso relacionamento com Deus, é certo que a Ele conhece todas as nossas necessidades.

Deus nos conhece mais profundamente que nós mesmos.

Muitos querem aquilo de que não precisam e precisam daquilo que não querem.

Precisamos aprender a nos colocarmos à disposição de Deus.
Muitas vezes nos importamos apenas com os nossos próprios planos, e desconhecemos os que Deus tem para nós.

Deus nos faz em sua misericórdia aguardar a resposta até que aprendamos a pedir o que Ele deseja para nós.

Deus deseja nos conceder muitas bênçãos maravilhosas, mas precisamos pedi-las.

Se não as pedirmos, como nos poderá concedê-las.

“Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes, por que não pedis” (Tiago 4.2).
Pra Janete Pessoa

 

Série Oração

“Orai sem cessar”. I Tessalonicenses 5.17


Se decidirmos mudar nossa atitude no que se refere oração, considerando-a um processo que edifica nosso relacionamento com Deus, e dedicarmos a oração um período por dia, iremos nos tornar fortes na oração.

E essa vida de oração guarda o potencial de transformar-nos completamente.

Vamos passar para vocês algumas sugestões que vão com certeza ajudar a mudar certas atitudes com relação à oração.

Precisamos ser espontâneos com Deus.
A nossa oração precisa ser espontânea e empolgante.
Vamos aprender a conversar com Deus, como conversamos com nosso melhor amigo.

O que significa manter a espontaneidade?
Vamos procurar nos abrir completamente para Deus.
Contemos a Ele o que é bom e o que é ruim a nosso respeito, sempre com uma atitude de sinceridade e espontaneidade.

Para que consigamos abrir nosso coração completamente na oração, precisamos deixar de lado nossos planos e assumir os de Deus.

Precisamos dar mais flexibilidade à nossa maneira de viver e buscar boas oportunidades para agirmos, independentemente do que estivermos enfrentando.

A espontaneidade e a criatividade na oração formam um par perfeito.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. Isaías 55.6

Deus é perfeito, Ele nos ama incondicionalmente, é cem por cento confiável, e perdoa todas as nossas falhas.

A única coisa que temos que fazer é pedir.
Deus já cumpriu seu papel para estabelecer Seu relacionamento conosco.

Nosso papel agora é estarmos dispostos a nos comunicar com Ele, e isso com certeza podemos aprender.

Nosso relacionamento com Deus precisa se aprofundar e crescer.
Um relacionamento íntimo com Deus requer tempo e esforço, com certeza não acontece da noite para o dia.

Não conhecemos Deus às pressas .
Ele não concede suas bênçãos àquele que não tem tempo para Ele.

Deus nos revela o segredo de conhecê-lo na intimidade quando lhe dedicamos nosso tempo continuamente.

Pra Janete Pessoa

 

“Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós outros…”. Tiago 4.8

Nós podemos nos tornar pessoas de oração, pessoas que recebem as bênçãos que Deus tem a oferecer e as transmite aos outros.

Qualquer servo do Senhor pode se tornar uma pessoa de oração.

Quando tudo está bem raramente se pensa em conversar com Deus, mas se a situação se torna crítica recorrem a Deus em busca de socorro.

O mais incrível é que há cristãos que conversam com Deus esporadicamente, por que será?

O caminho entre o homem e Deus é percorrido de joelhos.

Mas muitas questionamos se o Deus onipresente ouve as nossas orações.

O principal motivo da infrequência na oração é a maneira como muitos a encaram, alguns pensam que a oração é coisa de idoso, outros se põe a orar da mesma maneira a vida toda isso torna o momento da oração cansativo, monótono.

Muitos cristãos se sentem inseguros quanto a oração, pois pela experiência que possuem com a oração vêem-na como uma tarefa rígida e sem sentido.

A nossa maneira de orar deve ser espontânea, deve ser a atividade mais natural do mundo, pois é o mesmo que conversar com um amigo no qual confiamos.

Orar é conversar com Deus e dizer -lhe o quanto o amamos.

A oração é acima de tudo uma conversa com nosso Pai do céu e uma grande oportunidade de conhecê-lo melhor.

Desenvolvemos nosso relacionamento com Deus, procurando a companhia Dele.

Pra. Janete Pessoa

 

 

O que significa ter coragem?
No dicionário um dos significados de coragem é intrepidez.
Mas psicologicamente esse significado não é tão correto.
Vemos pessoas agirem sem medo em circunstâncias perigosas e não podemos considerar emocionalmente saúdavel, sábio ou corajoso.
O medo pode ser muito instrutivo e é importante prestar atenção nele, em vez de ignorá-lo ou negá-lo.
Consideramos coragem dizer “sim” à vida, apesar das circunstâncias negativas.
Não é ausência de medo, mas confiança e fé diante dele.
Coragem é optar por agir quando tememos não conseguir.
Nem todos podem ser destemidos, mas todos temos a capacidade de ser corajosos.
Isso é bom, porque há relação entre coragem e felicidade.
Precisamos olhar para frente e ir em busca do que precisamos para ser feliz.
Essa é a verdadeira definição de coragem: disser sim a vida, apesar das circunstâncias negativas.
Ao nos tornarmos uma pessoa verdadeiramente corajosa, também nos sentimos realizados.
A presença do medo não é o verdadeiro problema, a falta de coragem é o motivo de nossas fugas e acomodações.
Precisamos do medo para nos ajudar e reconhecer o perigo.
Precisamos de novas estratégias para reagir a nossos temores.
É aí que a coragem entra para ajudar-nos a tomar atitudes diferentes.
Deus nos criou com a capacidade de sermos corajosos para lidar com o medo quando ele surgir.
“Sê forte, corajoso e não tema a angústia.
Pois o Senhor irá adiante, Sua luz te guiará”.
Pra. Janete Pessoa

 

Para conseguirmos perdoar precisamos tomar consciência das percepções e projeções.

Como seres humanos temos nosso modo próprio de entender a vida.
Nossa mente funciona como um projetor de filmes, nossas lembranças do passado tornam-se as imagens que projetamos na tela.

Como a percepção e a projeção fazem parte da condição humana, nosso ego sabe muito bem usar a projeção para seus próprios propósitos.

O ego vai fazer tudo para nos convencer de que estamos projetando nos outros a partir de nossas percepções é real e verdadeiro.

O resultado disso é que o ego nos convence de que todos os pensamentos e sentimentos incómodos são causados pelas pessoas ou situações do mundo exterior.

A última coisa que o ego quer que saibamos é que nossas experiências são determinadas pelos pensamentos que nutrimos em nossa própria mente.

Quando nos tornamos conscientes de como o ego usa a projeção, vamos conseguir efetuar mudanças.
Pra Janete Pessoa