“Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus; que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando muitos”. Hebreus 12.15

A amargura é o resultado da frustação não resolvida.
Geralmente ela começa como uma pequena raiz venenosa em nosso coração.
Frustamo-nos diante de situações da vida ou mesmo com pessoas.
Alguém pode nos dizer algumas coisas ou agir contrário do que gostamos e pronto, lá está o veneno.
E se não eliminarmos essa pequena raiz logo no início, ela pode crescer e nos causar muito prejuízo.
É preciso refletir e pedir ajuda de Deus para vencer a amargura.
Viver com pessoas amarguradas é muito difícil.
A amargura cultivada no coração causa muitos prejuízos, um deles é o rompimento da nossa comunhão com Deus.
Fica difícil chegar à presença de Deus com um coração amargurado.
A oração torna-se quase impossível e não conseguimos sentir paz.
Todos nós passamos por experiências amargas na vida, mas elas não precisam resultar num coração amargo.
Precisamos aprender a amar mais, sermos mais pacientes e mansos com nosso próximo.
Afinal somos pecadores e carecemos da graça e misericórdia de Deus.
Quanta paz e alegria perdemos quando a amargura está em nosso coração!
Ao lutarmos contra a amargura devemos pedir a Deus para nos livrarmos dela, caso contrário ela trará muito sofrimento.
A amargura é semelhante a um câncer que, se não for tratado, pode contaminar todo o nosso corpo e levar-nos a morte.
Precisamos escolher nos livrarmos da amargura para vivermos bem e sermos pessoas que fazem a diferença.
Pra. Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Outro inimigo que atrapalha nossa vida de oração é a idolatria.

Muitos quando falamos de idolatria pensam em imagens de escultura usadas para adorar outros deuses, mas ídolo é tudo o que se coloca entre nós e Deus.

Pode ser o dinheiro, a carreira profissional, os filhos, a diversão, podem ser ídolos.
Não é a questão de um objeto, mas da posição que essas coisas ocupam em nosso coração.

Em Ezequiel 14.3 vemos o efeito negativo quando permitirmos que algo se coloque entre nós e Deus: “Filho do homem, estes homens levantaram os seus ídolos dentro do seu coração, tropeço para a iniquidade que sempre têm eles diante de si; acaso, permitirei que eles me interoguem?”.

Nessa passagem percebemos claramente o desgosto de Deus, Ele não deseja que um adorador de ídolos lhe dirija a palavra.

Quando removemos os ídolos de nossa vida, nos tornamos candidatos ideais para um avivamento pessoal.

Precisamos nos examinar se existe ídolos tomando o lugar de Deus em nosso coração.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

A parte mais empolgante do nosso momento devocional é aquela em fazemos a oração da fé.

A oração da fé é a expressão verbal daquilo em que acreditamos, é proclamarmos que Deus pode realizar sua vontade e com certeza fará para atingir os Seus propósitos.

Esse tipo de oração é como agradecer a Deus por algo que Ele ainda vai fazer.

A oração da fé é poderosa.

Se orarmos com a motivação certa, de acordo com a vontade de Deus e seus propósitos, não buscando a realização de nossos desejos carnais, Deus responderá e operará maravilhas.
Pr Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Depois de ouvirmos a Deus, confessar nossos pecados, ler e meditar na Palavra e interceder pelos outros, aí é a hora de colocarmos diante de Deus nossas necessidades pessoais.

Precisamos colocar diante do Senhor todas as necessidades: físicas, emocionais e espirituais.

E com certeza deseja que o façamos com o coração puro.

Devemos orar com o desejo que a vontade de Deus seja feita, purificando nossa motivação, alinhando-a com os desejos Dele para nós.
No mundo espiritual, ter maturidade é possuir a fé de uma criança.

Quando nossa atitude é correta, nossas orações estão de acordo com a vontade Dele, com certeza receberemos suas bênçãos.

Embora Deus saiba de tudo o que precisamos é de todos os nossos sentimentos, Ele deseja que os apresentemos a Ele com sinceridade de coração.

Se não falarmos ao Senhor sobre tudo que nos diz respeito, estaremos impedindo que Ele nos abençoe.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Tiago nos aconselha não somente ouvir a Palavra de Deus, como também a colocá-la em prática.

A meditação é a ponte que liga a leitura da Palavra à sua prática, pois através dela passamos a entender as Escrituras e podemos com certeza aplicá-la em nossa vida.

Meditar na Palavra é simplesmente pensar na sua mensagem com o desejo de descobrir a verdade que nela contida para podermos por em prática em nossa vida.

A meditação traz consigo muitos benefícios, ela nos ajuda a examinar nosso relacionamento com Deus, a nos avaliarmos sinceramente e assim descobrir qual nossa condição diante de Deus.

Com certeza através da meditação aprendemos a obedecer melhor a Deus.

Esse processo pode ser doloroso ou empolgante, mas o resultado que isso traz com certeza é especial, nos aproxima de Deus.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA
Série Oração

Um pecado não confessado é um sério obstáculo para recebermos a resposta de nossas orações.

Se permitirmos que o Senhor nos sonde, com certeza Ele nos mostrará o pecado que precisamos confessar.
Quando confessamos estamos com certeza restaurando nosso relacionamento com Deus.

A confissão trás benefícios imensuráveis para as nossas vidas.

Nunca devemos deixar nossos pecados para confessar depois, o pecado nos separa de Deus por isso quanto mais depressa o confessarmos, mais rapidamente reataremos nossa comunhão com Ele.

Não podemos usar nossa posição como desculpa para não confessarmos nossos pecados.
Todos devemos confessar o nosso pecado e orarmos pedindo perdão.

Devemos ser sinceros com Deus que é onisciente.
Se não agirmos assim estaremos enganando a nós mesmos e prejudicando nosso relacionamento com o Senhor.

Se tivermos o desejo sincero com Deus de confessarmos os nossos pecados e pedir perdão, com certeza Deus revelará os nossos erros.
Deus deseja mostrar os nossos erros, para que voltemos a ter comunhão com Ele.

Sempre que deixamos de buscar o perdão de Deus e permitimos que um pecado permaneça em nossa vida, ele aumenta e suas consequências são desastrosas.
Um pecado não confessado pode nos destruir.
Pra. Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Para que o nosso devocional seja produtivo, precisamos preparar-nos física, mental, emocional e espiritualmente.

Cada um de nós precisa fazer o que melhor lhe convier.

O mais importante é que estejamos preparados para a comunhão com Deus.
Precisamos estar atentos para ouvir a voz de Deus.

Não podemos nos esquecer que o nosso objetivo é estar na presença de Deus e ouvir o que Ele tem a nos dizer.

Em Isaías 40.31, encontramos uma promessa maravilhosa para aqueles que esperam no Senhor.

Deus honra os que Nele esperam.
Muitos passam muito tempo falando com Deus, mas não param para ouvi-lo.

Esperar no Senhor é ficar atento, sabendo que Ele irá falar-nos.

Pode ser que talvez tenhamos dificuldade em esperar e ouvir.

Precisamos aprender a perseverar, vamos com certeza parar e escutar a voz de Deus, com certeza Ele nos fala.
Pra Janete Pessoa
Continua…

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

 

Série  Oração

 

Depois que aprendemos orar de todo coração, a oração passará a fazer parte de nossa vida.

Em I Tessalonicenses 5.17, Paulo instrui os crentes a orar sem cessar.

O que ele está querendo ensinar é que devemos nos manter em comunicação quase ininterrupta com o Senhor durante o dia, da mesma forma que respiramos.

 

A medida que nosso relacionamento com Deus se aprofunda,  esse processo se torna  mais fácil.

 

Os crentes cuja vida mais reflete a Deus são aqueles que fazem da oração uma parte integrante do seu viver.

 

Isso não acontece da noite para o dia, leva tempo a atitude certa e a disposição de dedicar nosso corpo e energia à oração.

 

Aristóteles afirmou: “Fazer amigo não requer muito tempo, mas a amizade é um fruto que amadurece vagarosamente”.

 

Nada é melhor do que termos um relacionamento com o Pai que nos ama perfeitamente e que deseja que cresçamos para atingirmos nosso potencial.

 

 

Não existe nada de maior valor do que a oração, é ela que torna possível nosso relacionamento com Deus.

Pra Janete Pessoaãora Janete Pessoaão passará a fazer parte de nossa vida.

Em I Tessalonicenses 5.17, Paulo instrui os crentes a orar sem cessar.
O que ele está querendo ensinar é que devemos nos manter em comunicação quase ininterrupta com o Senhor durante o dia, da mesma forma que respiramos.

A medida que nosso relacionamento com Deus se aprofunda, esse processo se torna mais fácil.

Os crentes cuja vida mais reflete a Deus são aqueles que fazem da oração uma parte integrante do seu viver.

Isso não acontece da noite para o dia, leva tempo a atitude certa e a disposição de dedicar nosso corpo e energia à oração.

Aristóteles afirmou: “Fazer amigo não requer muito tempo, mas a amizade é um fruto que amadurece vagarosamente”.

Nada é melhor do que termos um relacionamento com o Pai que nos ama perfeitamente e que deseja que cresçamos para atingirmos nosso potencial.

Não existe nada de maior valor do que a oração, é ela que torna possível nosso relacionamento com Deus.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Muitas pessoas foram um minutinho aqui e outro ali, prestando atenção em Deus apenas em breves instantes.

É bom orar no decorrer do dia, mas precisamos separar um tempo especial para nos concentramos em Deus e dedicarmos atenção completa para Ele.

Nossa oração precisa ser de todo o coração, entregando nosso coração por inteiro, e não apenas parte dele.

Deus não atende á oração do homem, cuja mente está dividida.

Muitas pessoas oram como garotos travessos que batem à porta de uma casa e a seguir fogem correndo.

A incapacidade de entregar o coração por inteiro ao Senhor é um obstáculo sério na formação de um relacionamento sólido com Ele.
Não teremos o reflexo de Deus em nossa vida, se não aquietarmos nossa mente.

Precisamos bater a porta e nos sentarmos na presença de Deus.
Pra Janete Pessoa

CAFÉ DA MANHÃ PARA A ALMA

Série Oração

Bater- Quando Jesus nos orienta a bater, está nos ensinando a sermos persistentes.

Se Deus ainda não atendeu as nossas orações, Ele quer que continuemos orando até que a resposta venha ou até que Ele mude nosso pedido.

Vejamos o exemplo de Paulo que orou duas vezes para que Deus removesse o espinho na carne.
Somente quando Paulo orou pela terceira vez é que veio a resposta de Deus : “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza” (II Coríntios 12.9).

Foi então que Paulo entendeu que o espinho se encontrava ali pela vontade de Deus e a partir daquele momento mudou sua oração.
Ele alinhou sua vontade com a de Deus e aceitou em paz a vontade do Pai.

Para muitos a espera é agonizante.

Sabemos que não é para nos irritar ou nos provocar que Deus ordena que sejamos persistentes.
Ele age assim porque deseja que aprofundemos nosso relacionamento com Ele.
Ele deseja que esperemos Nele.

Ao oramos não vamos desistir, vamos ter uma atitude de expectativa e continuarmos pedindo, buscando e batendo.
Pra Janete Pessoa